Orlando “Pingo de Ouro”, o artilheiro que parou o “Expresso”

Orlando “Pingo de Ouro”, um dos melhores atacantes do Fluminense nas décadas de 40 e 50, seguiu a carreira de jogador de futebol influenciado por seus quatro irmãos, especialmente, Tará, o mais velho, que foi um dos maiores jogadores de todos os tempos no futebol pernambucano. Seu pai não queria ver seus filhos como jogadores … Continue reading Orlando “Pingo de Ouro”, o artilheiro que parou o “Expresso”

Roberto, o artilheiro do bi estadual em 1968

Nos anos 60, as divisões de base do Botafogo formaram inúmeros excelentes jogadores para o time principal. Muitos obtiveram conquistas memoráveis em suas carreiras. Uma dessas pratas da casa alvinegras era o excepcional atacante Roberto Miranda. Seus principais títulos foram o bicampeonato estadual de 67/68 e o mundial do México em 1970. Em sua residência, … Continue reading Roberto, o artilheiro do bi estadual em 1968

Adeus a rainha do tênis brasileiro

As conquistas da paulistana Maria Esther Bueno, ao longo da sua brilhante carreira, a coloraram na condição de “Rainha do Tênis Brasileiro”. Foram 589 títulos, sendo 19 vitórias em torneios Grand Slams, vários títulos de simples e dupla, homenageada com o troféu de melhor do mundo em 1959 e 1960 e incluída na Galeria da … Continue reading Adeus a rainha do tênis brasileiro

No Chile, a Copa do Mané – Parte 1

O texto "No Chile, a Copa do Mané" foi dividido em quatro partes. Segue os links das outras três partes: Parte 2, Parte 3 e Parte 4.   O grande terremoto ocorrido no dia 21 de maio de 1960, em território chileno, não impediu a realização da VII Copa do Mundo naquele país andino. As dificuldades foram superadas … Continue reading No Chile, a Copa do Mané – Parte 1

Há 60 anos, o mundo descobriu Garrincha e Pelé

Em 1957, após perder o campeonato sul-americano, em Lima, sob o comando de Osvaldo Brandão, o Brasil disputou as eliminatórias para a Copa do Mundo de 1958, na Suécia. O nosso adversário era o Peru. A primeira partida, marcada para a capital peruana, fez com que a delegação brasileira permanecesse em Lima. Com o empate … Continue reading Há 60 anos, o mundo descobriu Garrincha e Pelé

Luiz Antônio da Guia: mais que um jogador, o Bangu. De 1912 a 1931

Em 1912, um jogador negro, baixinho, nascido em 1894 - seis anos após a abolição da escravatura -, primeiro filho de uma família de onze irmãos, estreava como jogador do Bangu na posição de beque. Em 1931, ou seja, 19 anos depois, este mesmo atleta fazia sua última partida com a camisa alvirrubra. Seu nome: … Continue reading Luiz Antônio da Guia: mais que um jogador, o Bangu. De 1912 a 1931