O Campeonato Paulista de Futebol é disputado desde 1902 e já teve 27 sequências de títulos, sendo um tetracampeonato, nove tricampeonatos e 17 bicampeonatos.

 

Paulistano, o único tetracampeão paulista

O único tetracampeão foi o Clube Atlético Paulistano, que conquistou os títulos de 1916 (APEA), 1917, 1918 e 1919.

 

Tricampeonatos

Antes da conquista do Paulistano, quem havia chegado mais próximo havia sido o São Paulo Athletic Club de Charles Miller, que venceu as três primeiras edições do campeonato paulista, sagrando-se o primeiro tricampeão: 1902, 1903 e 1904.

Depois do tetra do Paulistano, 8 clubes foram tricampeões, sendo que o Corinthians foi o clube que mais conquistou esse tipo de sequência, quatro tricampeonatos, sendo, inclusive, o atual tricampeão (2017, 2018 e 2019). Quando o Corinthians conquistou o atual tricampeonato, ele repetiu um feito que havia ocorrido pela última vez em sua história em 1937, 1938 e 1939. Em 2020, o clube briga pelo tetracampeonato, feito que não é obtido desde 1919.

O Santos possui três tricampeonatos e o Palmeiras apenas um, conquistado quando o clube ainda se chamava Palestra Itália: 1932, 1933 e 1934. O São Paulo Futebol Clube nunca conquistou um tricampeonato.

 

Bicampeonatos

Se o São Paulo nunca foi tricampeão, o mesmo não se pode dizer de bicampeonatos, tendo conquistado cinco em sua história. O Santos vem em seguida com quatro. Corinthians e Palmeiras possuem dois cada.

Com um bicampeonato aparecem Associação Atlética das Palmeiras (1909 e 1910), Sport Club Americano (1912 e 1913, LFP), Paulistano (1926 e 1927, ambos pela LAF) e Portuguesa de Desportos (1935 e 1936, ambos pela APEA).

O Sport Club Americano e a Associação Atlética das Palmeiras foram extintos há muito tempo, mais precisamente em 1916 e 1930, respectivamente. O Paulistano existe como clube, mas desativou seu departamento de futebol em 1929.

Cabe ressaltar que o remanescente da Associação Atlética das Palmeiras e do Departamento de Futebol do Paulistano deram ao origem ao São Paulo Futebol Clube, ainda no tempo do São Paulo da Floresta.

 

Palmeiras: muitos títulos, poucas sequências

Um detalhe interessante é que considerando toda a história do Palmeiras e seus 22 campeonatos paulistas, o clube somente conquistou três sequências, sendo que duas delas quando o clube ainda se chamava Palestra Itália. Além do já mencionado tricampeonato, o Palmeiras foi bicampeão em 1926 e 1927, ambos pela APEA. Sua terceira a última sequência foi o bicampeonato de 1993 e 1994.

 

 

Assim, considerando toda a história do Campeonato Paulista, nós tivemos:

 

Um Tetracampeonato

  1. Paulistano – 1916 (APEA), 1917, 1918 e 1919;

 

Nove Tricampeonatos

  1. São Paulo Athletic Club – 1902, 1903 e 1904
  2. Sport Club Corinthians – 1922, 1923 e 1924;
  3. Sport Club Corinthians – 1928 (APEA), 1929 (APEA) e 1930;
  4. Palestra Itália – 1932, 1933 e 1934;
  5. Sport Club Corinthians – 1937, 1938 e 1939;
  6. Santos Futebol Clube – 1960, 1961 e 1962;
  7. Santos Futebol Clube – 1967, 1968 e 1969;
  8. Santos Futebol Clube – 2010, 2011 e 2012;
  9. Sport Club Corinthians – 2017, 2018 e 2019;

 

17 Bicampeonatos

  1. Associação Atlética das Palmeiras – 1909 e 1910
  2. Sport Club Americano – 1912 e 1913 (LFP)
  3. Palestra Itália – 1926 (APEA) e 1927 (APEA)
  4. Clube Atlético Paulistano – 1926 (LAF) e 1927 (LAF)
  5. Associação Portuguesa de Desportos – 1935 (APEA) e 1936 (APEA)
  6. São Paulo Futebol Clube – 1945 e 1946;
  7. São Paulo Futebol Clube – 1948 e 1949;
  8. Sport Club Corinthians – 1951 e 1952;
  9. Santos Futebol Clube – 1955 e 1956;
  10. Santos Futebol Clube – 1964 e 1965;
  11. São Paulo Futebol Clube – 1970 e 1971;
  12. São Paulo Futebol Clube – 1980 e 1981;
  13. Sport Club Corinthians – 1982 e 1983;
  14. São Paulo Futebol Clube – 1991 e 1992;
  15. Sociedade Esportiva Palmeiras – 1993 e 1994;
  16. Santos Futebol Clube – 2006 e 2007;
  17. Santos Futebol Clube – 2015 e 2016;

 

Organizando a sequência por clubes, nós temos:

 

Clube Atlético Paulistano, um tetracampeonato e um bicampeonato

  1. Tetracampeonato – 1916 (APEA), 1917, 1918 e 1919;
  2. Bicampeonato – 1926 (LAF) e 1927 (LAF)

 

Sport Club Corinthians, quatro tricampeonatos e dois bicampeonatos

  • Tricampeonato – 1922, 1923 e 1924;
  • Tricampeonato – 1928 (APEA), 1929 (APEA) e 1930;
  • Tricampeonato – 1937, 1938 e 1939;
  • Tricampeonato – 2017, 2018 e 2019;
  • Bicampeonato – 1951 e 1952;
  • Bicampeonato – 1982 e 1983;

 

Santos Futebol Clube, três tricampeonatos e quatro bicampeonatos

  • Tricampeonato – 1960, 1961 e 1962;
  • Tricampeonato – 1967, 1968 e 1969;
  • Tricampeonato – 2010, 2011 e 2012;
  • Bicampeonato – 1955 e 1956;
  • Bicampeonato – 1964 e 1965;
  • Bicampeonato – 2006 e 2007;
  • Bicampeonato – 2015 e 2016;

 

Sociedade Esportiva Palmeiras, um tricampeonato e dois bicampeonatos

  • Tricampeonato – 1932, 1933 e 1934;
  • Bicampeonato – 1926 (APEA) e 1927 (APEA)
  • Bicampeonato – 1993 e 1994;

 

São Paulo Athletic Club, um tricampeonato

  • Tricampeonato – 1902, 1903 e 1904;

 

São Paulo Futebol Clube, cinco bicampeonatos

  • Bicampeonato – 1945 e 1946;
  • Bicampeonato – 1948 e 1949;
  • Bicampeonato – 1970 e 1971;
  • Bicampeonato – 1980 e 1981;
  • Bicampeonato – 1991 e 1992;

 

Clubes com um bicampeonato:

  • Associação Atlética das Palmeiras – 1909 e 1910;
  • Sport Club Americano – 1912 e 1913 (LFP);
  • Associação Portuguesa de Desportos – 1935 (APEA) e 1936 (APEA).

 

Comentários:

De 1902 a 1972, o Campeonato Paulista foi disputado pelo sistema de pontos corridos. Neste período, houve apenas três exceções:

  • O campeonato de 1927, organizado pela Associação Paulista de Esportes Atléticos, decidido num segundo turno, ou quadrangular final, disputado por Palestra Itália (campeão), Santos, Corinthians e Guarani;
  • O campeonato de 1936, organizado pela Liga Paulista de Futebol, disputado por 12 clubes em turno e returno, onde o campeão do turno, Corinthians, enfrentaria o campeão do returno, Palestra Itália, que adotaria o nome Palmeiras em 1942, em três partidas decisivas: Palestra Itália 1×0; 0x0 e 2×1;
  • O campeonato de 1969, organizado pela Federação Paulista de Futebol, decidido num quadrangular final disputado por Santos (campeão), Palmeiras, São Paulo e Corinthians.

 

A partir de 1973, o Campeonato Paulista passou a adotar as finais para decisão do campeonato. Mesmo assim, a Federação recorreu ao sistema de pontos corridos em 7 oportunidades: 1976, 1984, 1994, 1996, 2002, 2005 e 2006;

 

O Campeonato Paulista teve duas edições no mesmo ano em 10 oportunidades: 1913, 1914, 1915 e 1916 (LFP e APEA); 1926, 1927, 1928 e 1929 (LAF e APEA); 1935 e 1936 (LPF e APEA).

  • O Americano foi bicampeão paulista em 1912 e 1913, ambos pela LPF. No mesmo ano em que conquistava o bicampeonato, o Paulistano se sagrava campeão pela APEA;
  • O campeonato de 1916 da APEA foi o primeiro do tetracampeonato do Paulistano. No mesmo ano, o Corinthians foi campeão pelo LPF;
  • Em 1926 e 1927, São Paulo teve dois bicampeões: Paulistano foi bicampeão pela LAF e o Palmeiras, na época Palestra Itália, pela APEA;
  • Em 1928 e 1929, foi a vez do Corinthians ser bicampeão pela APEA;
  • Em 1935 e 1936, a Portuguesa foi bicampeão pela APEA;

 

De 1902 a 1940, o Campeonato Paulista foi organizado por seis instituições diferentes. Desde 1941, o campeonato é organizado pela Federação Paulista de Futebol:

  • Liga Paulista de Football (LPF), de 1902 a 1916;
  • Associação Paulista de Esportes Atléticos (APEA), de 1913 a 1936;
  • Liga dos Amadores de Futebol (LAF), de 1926, 1927, 1928 e 1929;
  • Liga Paulista de Futebol (LPF), 1935 e 1936;
  • Liga de Futebol Paulista (LFP), 1937;
  • Liga de Futebol do Estado de São Paulo (LFESP), de 1938, 1939 e 1940;
  • Federação Paulista de Futebol (FPF), a partir de 1941 em diante.

 

Campeonatos Paulistas (link)

 

 

Jorge Priori